Menu

ALFACE

Originária da Asia e trazida para o país pelos portugueses, no século.XVI, a alface, Lactuca sativa I., é a hortaliça folhosa de maior consumo no Brasil. Cada paulistano consome quase dois quilos por ano e 40% dos seus gastos totais com verduras, são
destinados à compra da alface.


No Estado de São Paulo, a alface ocupa 7859 hectares, produz 137 mil toneladas/ano e gera 6367 empregos. Os principais municípios fornecedores são Piedade (18%), Mogi das Cruzes (14%) e Suzano (11%). A cultura da alface apresenta alto grau tecnológico, sendo comuns as práticas de produção em estufa, hidroponia e cultivo orgânico, que permitem obter verduras de qualidade durante o ano todo.


Pesquisa realizada pela CEAGESP indica que as perdas na alface são provocadas 19% no embalamento inadequado, 17% no transporte e 10% no manuseio. A alface é produto rico em Vitamina A e C, Cálcio e Fósforo; na medicina popular é recomendada como calmante. Hortaliça tipicamente folhosa é consumida in natura, frescor e limpeza são as características mais valorizadas pelo consumidor.


Atenta a estes fatos, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo apresenta as normas de classificação da alface, resultado do trabalho realizado pela Câmara Setorial de Hortaliças, Cebola e Alho. A adoção trará transparência e confiabilidade à comercialização. A classificação, o uso de embalagens adequadas e de rótulos com perfeita identificação do produto, conferem competitividade à  alface paulista, beneficiando toda a cadeia de produção.